Publicada em: 16/10/2020 14:04

PROEX/UEA confirma apoio para projeto de extensão da ENACTUS

Com a finalidade de incentivar alunos e professores a criarem projetos de desenvolvimento comunitário que potencializem o talento das pessoas, a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade do Estado do Amazonas (PROEX/UEA) assumiu o compromisso de apoiar o projeto de extensão do Instituto ENACTUS Brasil. A medida visa o desenvolvimento de ações empreendedoras dentro e fora da universidade.

Na manhã desta sexta-feira (16), representantes da PROEX/UEA e do ENACTUS estiveram reunidos para alinhar estratégias que serão aplicadas nas unidades da UEA por meio do projeto. Vale destacar que, a iniciativa de trazer a ENACTUS para dentro da universidade é uma das ações do grupo de trabalho INOVA-ESA, liderado pelos professores da UEA, Ghisa Bemchimol, Brigitte Nichthauser, Michella Lima Lasmar, Márcia Rubia Silva Melo e Vilma da Silva Melo.

O coordenador de extensão da PROEX/UEA, professor Isaque Souza, destacou que, além de apoiar, a Pró-Reitoria orientará os coordenadores do projeto a articularem com a Incubadora da UEA para expandir as ações para todas as unidades da capital. Isaque enfatizou ainda que a, partir de agora, trata-se de um grande time que irá impulsionar a comunidade acadêmica para o desenvolvimento de ações empreendedoras.

"Estamos muito felizes com essa proposta. Vamos procurar articular com outras unidades, abrangendo um maior número de cursos, docentes e discentes para fortalecer essa ideia tão importante na UEA. Para que isso aconteça é preciso da união de todos e, desde já, a PROEX se coloca à disposição para ajudar no que for necessário", disse.

Já a coordenadora do projeto ENACTUS, professora Vilma Melo, disse que esse projeto ajudará os alunos a desenvolverem habilidades que estão fora do currículo acadêmico. Para ela, essa ação irá gerar também um retorno satisfatório para a UEA.

"Serão trabalhadas questões que envolvam gestão, autogestão e empreendedorismo, além das ações voltadas para a comunidade em geral, com pilares sustentáveis de desenvolvimento. Através desse projeto, a UEA vai se conectar com várias universidades do Brasil e do mundo por meio da ENACTUS internacional. Inicialmente, esse projeto é da ESA, mas com a ideia de extensão para outras unidades para que façamos um projeto mais multidisciplinar", pontuou.

Participaram também da reunião, os alunos dos cursos de saúde Fernanda Cristina de Menezes (presidente do time ENACTUS UEA) e Lucas Rodrigues Pereira.

Texto e foto: Gerson Freitas/ASCOM UEA