Publicada em: 07/04/2021 10:37

Fapeam aprova quatro projetos de saúde pública da UEA

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) teve quatro projetos aprovados no Programa C,T&I nas Emergências de Saúde Pública no Amazonas - COVID 19 - PCTI-EMERGESAÚDE/AM - CHAMADA II - ÁREAS PRIORITÁRIAS, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM). A aprovação de resultado da Análise de mérito das propostas enquadradas no âmbito do Edital n.º 006/2020, foi divulgada nesta semana.

Os projetos aprovados foram: \\\"Metagenômica e metabolômica aplicadas na detecção de coronavírus e outros patógenos em sistemas aquáticos\\\\\\\", autoria de Hector Henrique Ferreira Koolen; \\\\\\\"CILIAR-COV: estudo das mudanças da mucosa ciliar nasal em portadores de transtornos olfativos agudos na cidade de Manaus durante o estado de emergência na saúde pela pandemia de COVID19/SARSCOV-2\\\\\\\", autoria de Diego Monteiro de Carvalho; \\\\\\\"Avaliação da modulação do receptor purinérgico P2X7 em monócitos humanos após incubação com a proteína S de SARS-CoV-2\\\\\\\", autoria de Gladys Correa da Silva; e \\\\\\\"Trabalho e gestão em saúde na Pandemia de COVID-19 em Manaus: experiência de trabalhadores e usuários\\\\\\\", autoria de Flavia Regina Souza Ramos.

Sobre o programa

O PCTI-EMERGESAÚDE/AM tem como objetivo fomentar o desenvolvimento de pesquisas estratégicas no âmbito da saúde pública estadual, especialmente no combate à COVID-19; estimular o desenvolvimento de produtos estratégicos que subsidiem a Política Pública de Saúde no Estado do Amazonas, com a finalidade de aplicação de seus resultados na resolutividade de questões relativas à pandemia do novo Coronavírus - COVID-19, como também promover estudos sobre a situação atual de emergência de saúde pública, por meio da pesquisa científica e tecnológica no Estado do Amazonas, visando à melhoria dos processos e produtos inerentes a resolutividade dos problemas oriundos da COVID-19.

Além disso, o programa visa incentivar a articulação interinstitucional entre as Instituições de Educação, Ciência e Tecnologia - ICTs, organizações governamentais e não governamentais na execução de pesquisas aplicadas e de inovação tecnológica, bem como a prestação de serviços na condução das análises de diagnóstico viral, aproveitando a capacidade instalada e difundir a aplicação dos resultados e impactos das pesquisas realizadas para a qualidade de vida da sociedade.

Texto: ASCOM UEA