Publicada em: 08/04/2021 11:56

COVID-19: Reitor da UEA participa de Audiência Pública promovida pela ALEAM

A Comissão de Saúde e Previdência (CSP), da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), realizou Audiência Pública, na tarde desta quarta, 7, que tratou sobre a possibilidade de uma terceira onda da COVID-10 no Estado e sugestões para amenizar suas consequências. A presidente da CSP, deputada Mayara Pinheiro, abriu a audiência que contou com a participação do Secretário de Estado da Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo, o Reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo de Almeida Costa, deputados, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público, Fundação de Vigilância em Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Universidade Federal do Amazonas e autoridades constituídas, envolvidas diretamente com a prevenção da pandemia. 

De acordo com a deputada, é necessário que os órgãos de controle e de saúde estejam preparados para um possível novo colapso de saúde. \"A SES-AM , que gerencia a saúde no Amazonas, apresentou seu planejamento para um eventual novo momento de colapso aqui no estado. A gente espera que isso não ocorra,  mas precisamos nos antecipar e mostrar para população que estamos atentos enquanto órgãos de controle e cobrando para que um planejamento efetivo seja realizado em tempo hábil\", frisou a parlamentar.

Para o Reitor da UEA, fortalecer a atenção primária e sensibilizar a população sobre a importância da vacina são pontos primordiais. \"Há uma necessidade urgente do fortalecimento e intensificação da comunicação  e combate às notícias falsas. Os idosos, principalmente, são os que mais sofrem e muitos relatam receio infundado quanto à vacinação, por conta das constantes fake news. Precisamos pensar no planejamento estratégico e na logística adequada para levarmos a vacina aos municípios do interior e comunidades mais distantes. Chamo atenção ainda para as doenças negligenciadas durante essa pandemia. Hipertensos, diabéticos e quem precisa de atendimento oncológico, sofrem com a lotação dos hospitais, dedicados exclusivamente ao atendimento de pacientes com COVID. É preciso pensar nesse público e tomar providências. Alerto também sobre as sequelas da COVID, destacando os problemas mentais, cardiovasculares e neurológicos. São questões que não eram levadas em conta há um ano, quando do início dos casos, e agora fazem parte da nossa realidade\", enfatizou Cleinaldo que colocou a UEA à disposição para prestar ajuda no processo. 

A Deputada Mayara Pinheiro agradeceu as sugestões e a participação da UEA nas discussões e reconheceu o trabalho da UEA na ajuda aos afetados pela pandemia. \"Gostaria de agradecer ao reitor e aos que fazem parte da Universidade do Estado do Amazonas pelo protagonismo no auxílio às vítimas dessa doença. Um grupo comprometido e incansável, dedicado e muito necessário\", concluiu.

Texto: ASCOM UEA